Literando Vivamus  - santos.mauro@yahoo.com.br
Em cada canto um conto em cada conto um encanto da poesia o seu manto.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos



NOITES FRIAS

Os cabelos embranqueceram,
Imitando neve das noites frias;
As ilusões nos abandonaram...
Filhos se foram indo, dia a dia.

O lar um imenso casarão virou,
Como se fora lar abandonado.
O filho caçula também se casou,
A filha com seu único namorado.

Então passei a escrever poesia,
Algo quase sempre se aproveita...
Vale para afugentar a nostalgia.

Meu forte, amigos, acredito ser:
Alinhavar ditames e pensamentos,
Só peço a Deus saúde pra escrever!


[M.M.S]
Mauro Martins Santos
Enviado por Mauro Martins Santos em 24/10/2017

Música: fundo musical de teclado (ORIGINAL) - Desconhecido

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários