Literando Vivamus  - santos.mauro@yahoo.com.br
Em cada canto um conto em cada conto um encanto da poesia o seu manto.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


NÃO HAVERÁ MUROS

NÃO HAVERÁ MUROS...

Não haverá muros nem barreiras
no descampado até o horizonte,
à quem tem asas leves na mente
e traz olhos claros de liberdade!

Que minhas asas sejam feitas
dos liames de pura fantasia,
e as gaiolas que me prendam,
feitas da tessitura dos alvos lírios

milenares vicejando nos campos.
Que as impressões de minh’alma
sejam sazonais a se renovarem aos
ventos de Esperança e Saudade.

Quando minhas lágrimas rolarem
reflitam o brilho azul do interior
das criaturas que têm luz própria,
advindas dos anseios de liberdade.

Que me seja o Tempo, a proporção
e medida de minhas ternas emoções
gravadas em minha mente e coração,
no existir humano ou eterno Infinito.

Não há muros nem a enganosa barreira,
Só a eterna fileira de quem diz não crer,
fingir que não vê o irmão seu igual vencer.
Mesmo gueto, mas asas leves na mente.

Assim mostram ao poderio iconoclasta,
que os desiguais, podem compor tribunais:
poliglotas e doutores entre a alta elite nata,
É o firme Caráter que nos faz a todos iguais!





[M.Martins Santos]
 
Mauro Martins Santos
Enviado por Mauro Martins Santos em 24/08/2017

Música: sobre o tempo - sobre o tempo

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários