Literando Vivamus  - santos.mauro@yahoo.com.br
Em cada canto um conto em cada conto um encanto da poesia o seu manto.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


O AMANHÃ SEMPRE VIRÁ

Para mim, embora seja otimista, e nesta idade em que me encontro não terei tanta certeza, embora meu Deus me garanta após cada oração. Mas, ao Mundo dou inteira certeza do amanhã, porque - só porque ele, Mundo - não é regido por homens - ele pertence ao Criador. Da mesma forma que cada amanhã nos vem como uma página imaculadamente branca, pronta para ser escrita de forma inspirada ou conspurcada.

Porque, imaculada - ainda não visitada não sofreu nenhuma intrusão de nossa humana vontade - lá nós não estivemos ainda, não passamos por lá. E quando a visitarmos os atos registrados ficarão indeléveis

Há um portal no limiar de cada amanhã com um capacho de "Bem Vindo" para limparmos os pés, como em toda casa. Só que os dos portais dos amanhãs, são místicos, mágicos, feitos da tessitura do perdão. Tecidos pelo Grande Artesão e Rei de toda Criatividade. Devemos limpar com bons modos os pés antes de adentrar nosso portal do amanhã, deixando a lama aderida aos nossos sapatos, no capacho de boas vindas.

Para adentrarmos aos nossos sonhos, só há uma maneira, entrarmos pela porta do amanhã a nós reservada. Não é uma certeza matemática ou científica que o teremos, ou pelo menos que o completemos, mas estamos falando de sonhos e aspirações, e o Eterno nos dotou foi desse material, abstrato, mas é o estofo de toda criatura vivente, sem atribulações às raias da perturbação sensorial ou seja de espírito parado. A esses a assembleia dos santos deve ser conclamada por aqueles que os conhecem e amam.

Mas nos há a certeza, que o alcance de nossos anseios, de atingir a vitória neste mundo concorrido e por isso mesmo válido, não está adstrito ao tempo do relógio, mas ao Tempo Universal que os alcançamos por mérito, sim, se nas provas seculares padronizadas pelas regras, o mérito é a luta pelo esforço individual para atingir a vitória - na luta pela vida, muito mais.

Temos que ver que o Juiz desse referido torneio, olimpíada, maratona humana, por tudo o que foi dito, não dependerá das normas ou nossas forças apenas. Está a muitos encaixes de demarcação acima do rés do chão onde concorremos. Um mérito só é mérito - quando revestido de bênçãos. Como também não dependerá da paisagem que nos circunda, nem da inexistente ficção chamada sorte, nem do dinheiro não abençoado.

Vivemos em tempos que o homem inventou e conquistou meios de desmascarar “conquistas e títulos” até da mais alta autoridade de uma nação. Recentes fraudes em currículos vieram à tona, títulos de doutorado, professor titular de universidade, fortunas fraudulentas, enriquecimentos ilícitos.
O tempo de vida do homem é praticamente nivelado. E menor, muito menor que a sua incontida ganância.

O complexo sistema nervoso, e suas reações ao senso comum, a todos são similares. Passemos em revista milhares de famosos, mulheres maravilhosas e detentoras de fortuna imensa, homens em plena juventude ou pouca idade vivida, todos tirarem suas próprias vidas. É fato exposto e conhecido por toda a mídia.

Eu acredito, que a todos eles, como a esses mais recentes citados nas falcatruas domésticas do país, não têm paz de espírito.

Dormir à custa de soníferos, vários comprimidos de ansiolíticos, estupefacientes, hipnóticos, não é o mesmo que colocar a cabeça no travesseiro após orar, e o sono lhe ser enviado naturalmente. Disso tenhamos certeza.

Peçamos ao Eterno a Felicidade simples, pareada com os sonhos de alcançá-los um a um, serenamente, com persistência e a Força de Vontade [esta é a verdadeira força] para nos manter firmes nos trilhos.

Que nos seja dada a benção de escrever, falar, sabermos o momento de calar e sabermos ouvir e que isto nos venha com algum poder modificador a quem nos contate e de alguma forma, podendo ser-lhes úteis. “Que tenham amor, ou então sintam a falta de não tê-lo. Que tenham ideal e medo de perdê-lo.”

Que amem ao próximo e respeitem sua dor, para que tenhamos certeza de que viver vale a pena! O minuto anterior já está desfeito e o imediatamente seguinte ainda não existe. Se existe algo vital, de valor incomparável é o tempo presente. Use-o de forma a valer a pena estarmos aqui!


 
Mauro Martins Santos
Enviado por Mauro Martins Santos em 22/06/2016

Música: South Prairie Rain - Erwilian

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários